Case Korin: como a empresa estimula o descarte correto das embalagens?

Leia em 6 min

A Korin tem a sustentabilidade como um dos valores essenciais da organização. Quer conhecer as iniciativas que a empresa promove para estimular a reciclagem e a educação ambiental? Confira as dicas compartilhadas pela Coordenadora de Sustentabilidade da Korin!

O Grupo Korin atua no segmento agropecuário produzindo e comercializando insumos biológicos para agricultura, pecuária, compostagem, saneamento e ambiente doméstico. 

Uma das linhas de negócio da empresa é a Korin Agricultura e Meio Ambiente, que comercializa 11 produtos com base nos princípios da Agricultura Natural.

Em uma entrevista realizada com a Coordenadora de Sustentabilidade da Korin Agricultura e Meio Ambiente, Giuliana Castro Magalhães, tivemos acesso à diversos exemplos práticos de como a empresa difunde o conceito de sustentabilidade e transcrevemos esse conteúdo neste artigo.

Leia a seguir e inspire-se na forma como a Korin trabalha com uma cadeia produtiva que preserva o meio ambiente!

Por que a sustentabilidade é um dos valores mais importantes da Korin?

A Korin tem como base de sua missão, visão e valores, os princípios da Agricultura Natural preconizada pelo filósofo espiritualista japonês, Mokiti Okada.

O método agrícola desenvolvido pelo pensador na década de 30 se baseia nas leis da natureza. Desse  modo, é que a Korin assumiu o conceito de sustentabilidade de forma intrínseca, expressando práticas essenciais, segundo Giuliana Castro Magalhães, coordenadora de sustentabilidade da Korin Agricultura e Meio Ambiente.

O propósito da filosofia de Mokiti Okada cultiva o espiritualismo e o altruísmo, ensinando aos indivíduos que existe sentimento e espírito não só no ser humano, mas até mesmo nos próprios vegetais.

Com essa filosofia norteadora, a Korin busca soluções sustentáveis, favorecendo colaboradores, clientes, fornecedores e partes interessadas, tendo a qualidade, a ética, a integridade e a preservação do meio ambiente como princípios e valores. 

Inspire-se nas ações em prol da educação ambiental que a Korin realiza

Uma das primeiras ações desempenhadas pela Korin foi a estruturação da própria governança corporativa, um dos pilares do ESG. A governança da empresa conta com um Comitê de Sustentabilidade do grupo, subordinado à diretoria. 

 Essa iniciativa começou em 2016, a partir de uma iniciativa da diretoria. Esta denominação, de Comitê, é utilizada desde 2018 e promove ações corporativas estratégicas visando tornar a política socioambiental mais eficiente e presente no cotidiano de seus colaboradores.

O Comitê de Sustentabilidade funciona por meio de reuniões com representantes dos setores, desenvolvendo ações como: palestras; informativos de conscientização ambiental e sustentabilidade para colaboradores e clientes; e capacitação para colaboradores e fornecedores.

Confira ainda algumas iniciativas promovidas já no primeiro semestre de 2021:

  • Iniciativa #1: Houve a redução do consumo de copos plásticos descartáveis, através de um treinamento de conscientização de consumo e a ação da substituição por canecas de fibra de coco para todos os colaboradores da Korin Agricultura. Esta ação ocorreu em abril e desde então, a empresa deixou de consumir 17.500 unidades, isto representa aproximadamente, 25 Kg, equivalente ao peso de uma criança de 7 anos.
  • Iniciativa #2: A Korin incentivou a prática de os colaboradores terem uma horta em suas casas e estimulou ainda, a alimentação saudável, com a comemoração do dia da Agricultura Natural. A data foi celebrada através de oficinas de semeadura de sementes orgânicas, utilizando a filosofia do método e doação das mudas para os colaboradores levarem para casa e vivenciarem o cuidado com as plantas e com a alimentação.
  • Iniciativa #3: A Korin também organizou palestras com pesquisadores da área da Agricultura Natural e empresas parceiras com enfoque em Economia Circular. Além disso, a organização promoveu uma palestra específica sobre a importância do selo eureciclo e uma outra, sobre os 3 “Rs” da Sustentabilidade (reduzir, reutilizar e reciclar).
  • Iniciativa #4: Outra ação foi a comemoração do dia da Sustentabilidade na Semana de Prevenção de Acidentes da Korin, representada pela sigla SIPAMAQS. A partir do tema “Conhecendo os ODS (Objetivos de Desenvolvimento sustentável)”, 4 tendas foram montadas na sede da empresa, com o enfoque nos ODS 12 (Consumo Consciente), 6 (Acesso à Água e Saneamento) e 4 (Educação de Qualidade). Nas tendas foram realizadas oficinas de separação dos resíduos; uma apresentação da estação de tratamento da empresa; outra apresentação sobre a capacitação de uso de tecnologias digitais; e também exibiram um mural de oportunidade, despertando o interesse dos colaboradores a conhecer mais sobre sustentabilidade.
  • Iniciativa #5: A Korin promoveu ainda, atividades de gerenciamento interno dos resíduos sólidos, abordando temas como da coleta seletiva, reciclagem e destinação correta dos resíduos.
  • Iniciativa #6: Além disso, a empresa organizou um treinamento sobre o Código Florestal e com foco na proteção das nascentes em propriedades de fornecedores de frangos e ovos orgânicos.

Como a empresa promove iniciativas que estimulam a reciclagem?

Além das oficinas e atividades com enfoque na separação correta de resíduos, Giuliana Castro Magalhães, coordenadora de sustentabilidade da Korin Agricultura e Meio Ambiente, destaca o trabalho intensificado neste ano com a separação dos resíduos sólidos gerados na nossa unidade produtiva em Ipeúna.

A unidade produtiva em Ipeúna, sedia duas empresas do grupo, a Korin Agropecuária, empresa responsável pela produção de frango livre de antibióticos e criados sem uso de grãos transgênicos, e a Korin Agricultura e Meio Ambiente.

Devido ao processo evolutivo de organização interna e conscientização dos colaboradores, a Korin conseguiu aperfeiçoar a separação dos resíduos do refeitório da empresa nesta sede em 2021.

O refeitório da unidade produtiva de Ipeúna atende por volta de 450 colaboradores e a iniciativa que impulsionou a gestão de resíduos pós-consumo foi a aproximação com a instituição filantrópica, “Recomeçar sem Drogas”.

Com a destinação dos resíduos ao Desafio Jovem Rio Claro da instituição filantrópica, a iniciativa se constitui como uma ação de impacto socioambiental positivo.

Houve a redução da destinação inadequada de resíduos sólidos no meio ambiente e ainda, uma contribuição financeira para uma causa social, já que a “Recomeçar sem Drogas” se mantém com a venda de resíduos sólidos de empresas parceiras, como a Korin. 

Por meio desse projeto e da parceria com a eureciclo, como a solução para a compensação ambiental das embalagens comercializadas, a Korin atua em prol de causas como a redução da desigualdade social, estímulo ao consumo e produção responsáveis e apoio direto à estruturação da cadeia de reciclagem no país.

Quais práticas o consumidor deve realizar para o descarte correto das embalagens Korin?

A partir das oficinas promovidas em relação à separação de resíduos, alguns ensinamentos foram partilhados por Giuliana Castro Magalhães, coordenadora de sustentabilidade da Korin Agricultura e Meio Ambiente. 

O primeiro é de que as  embalagens primárias, aquelas que têm contato direto com o produto Korin, são compostas em quase totalidade pelo o plástico PEAD (polietileno de alta densidade). 

A recomendação para os consumidores é de primeiramente, se informarem em suas cidades, se há a coleta seletiva no município e que atenda o bairro da residência ou local de trabalho. Caso não haja, os consumidores podem verificar se há um ponto de coleta, ecoponto ou unidade de coleta seletiva ou cooperativa de reciclagem para destinação correta das embalagens.

Posteriormente, a sugestão da coordenadora de sustentabilidade é deixar as embalagens limpas, totalmente sem conteúdo do produto. Essa atitude facilita a triagem e manuseio das embalagens que chegam às cooperativas ou operadores de reciclagem.

Um outro passo é retirar a etiqueta, que deve ser colocada no lixo de material não reciclável ou rejeito.

Se o condomínio, prédio comercial ou ecoponto tiver a separação dos recipientes para coleta de resíduos por cores, a orientação da Korin é que as embalagens plásticas devem ser separadas como lixo plástico, símbolo vermelho.

Há também, uma menor porcentagem das embalagens, em papel Kraft e papel couchê, materiais passíveis de reciclagem e que podem ser destinados no recipiente de cor azul.

Por fim, a mensagem de Giuliana Castro Magalhães, coordenadora de sustentabilidade da Korin Agricultura e Meio Ambiente, para consumidores, empresas e sociedade é “colabore, participe, faça a sua parte!”. 

A reciclagem e o consumo consciente são responsabilidade de todos. Os consumidores têm um papel importante enquanto elo final da cadeia produtiva, para realizarem o descarte correto e final das embalagens que não sejam mais reutilizadas. 

Para aumentar essa conscientização, empresas comprometidas com o desenvolvimento da cadeia de reciclagem, como a Korin em parceria com a eureciclo, participam da campanha Movimento #OndeDescartar, estimulando a educação ambiental.

Confira aqui o vídeo completo com o relato de Giuliana Castro Magalhães em nosso Instagram e compartilhe essas dicas com outros consumidores ou profissionais adeptos da jornada consciente e sustentável como você!

Sobre a Korin

O Grupo Korin atua no segmento agropecuário produzindo e comercializando insumos biológicos para agricultura, pecuária, compostagem, saneamento e ambiente doméstico. 

Ao todo, a Korin Agricultura e Meio Ambiente comercializa 11 produtos. Na linha agrícola profissional o FertPremium e Hibana; na Linha de compostagem o Embiotic Compostagem, na Linha saneamento o Embiotic Biorremediador; na linha Casa e Meio Ambiente, o multiuso: cozinha, banheiro, multiuso concentrado; o limpador e neutralizador de odores pet, o Bokashi Horta, EMBokashi e as sementes orgânicas e na linha pecuária: o Saisei, Jundo, Kensui e Fukugen. 

Todas as soluções visam a diminuição ou substituição do uso de agrotóxicos, adubos e antibióticos, para reduzir o impacto ambiental e preservar a saúde.

A empresa é parceira da eureciclo há 3 anos. Indo além do cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Korin compensa 200% das embalagens comercializadas no mercado nacional. 

Desta forma, com os certificados de reciclagem, contribui com aumento das taxas de reciclagem, com a formalização e valorização dos agentes da cadeia de reciclagem no Brasil, uma decisão alinhada aos princípios de sustentabilidade da organização.

Compartilhe!

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *