Como aumentamos as taxas de reciclagem no Brasil? Série Impacto que transforma

Leia em 3 min

Quer entender como combinamos autonomia e impacto positivo, em conjunto com mais de 5000 empresas e 140 cooperativas e operadores de reciclagem? Conheça então os certificados de reciclagem da eureciclo.

O setor da reciclagem no Brasil supera grandes desafios a cada dia!

Com uma cadeia complexa e dificuldades de logística, há alguns motivos específicos que levam ao desequilíbrio na cadeia de reciclagem, por exemplo:

  • a falta de conscientização ambiental;
  • o baixo investimento na coleta seletiva;
  • a informalidade de cooperativas e pessoas em situação de vulnerabilidade.

No entanto, é possível impulsionarmos a cadeia de reciclagem, que atualmente recicla apenas cerca de 3% dos resíduos sólidos urbanos, conforme os dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe).

Quando as empresas descartam corretamente resíduos perigosos, por exemplo, diminuem a chance de contaminação do solo. E no momento que as marcas cumprem a logística reversa, acrescentam uma renda extra aos agentes ambientais, responsáveis pela coleta e triagem de resíduos recicláveis.

Já o papel dos consumidores é também fundamental, para destinarem embalagens e resíduos pós-consumo que se tornam essa fonte de renda para cooperativas e operadores de reciclagem!

Separamos aqui alguns depoimentos e ideias de como podemos aumentar as taxas de reciclagem juntos! Saiba mais sobre a série Impacto que transforma.

Certificados de reciclagem elevam as taxas de reciclagem e de estruturação

Você já se perguntou por que a latinha de alumínio é recolhida rapidamente e a garrafa de vidro, muitas vezes acaba ficando para trás?

Isso acontece devido à dinâmica de reciclagem no país e aos desafios que citamos acima. 

O alumínio, por exemplo, tem uma boa taxa de reciclagem, porque toda a cadeia é economicamente viável. Reciclar esse material faz sentido para o catador, para o sucateiro e até mesmo para o reciclador.

Vamos colocar em números: 1 tonelada de alumínio é vendida para o reciclador por cerca de R$4.000,00, já a tonelada do vidro é vendida a cerca de R$140,00 e ainda possui outro agravante: a dificuldade logística.

A indústria do vidro, a que produz e os recicladores responsáveis pelas embalagens de vidro, está concentrada no Sudeste, Pernambuco e Sergipe. Caso o resíduo tenha sido descartado fora desses grandes polos, deverá percorrer em média 2200 km para ser reciclado.

Bastante coisa, não é mesmo?

Por isso, aqui na eureciclo, temos como um de nossos objetivos aumentarmos o valor agregado de resíduos como o vidro, viabilizando a reciclagem de materiais como esse.

Para elevar as taxas de reciclagem do vidro, por exemplo, é necessário estruturar o processo de toda cadeia, desde a triagem até a disposição final.

A Revida é um marco de que é possível sim viabilizar essa cadeia! A organização localizada na Bahia, conseguiu estabelecer esse processo de reciclagem do vidro com dois grandes aliados: os certificados de reciclagem e o investimento de empresas que acreditaram nessa missão.

Confira um trecho do depoimento da co-fundadora da Revida, Val Dias: “Tudo, todos os recursos, todos os materiais, tudo o que produzimos vem da natureza, são recursos naturais. Além disso, quando os materiais são reciclados, eles geram renda. […] Hoje podemos dizer que reciclamos vidro em Salvador e a eureciclo tem responsabilidade nisso.”

Os certificados de reciclagem emitidos pela eureciclo são uma comprovação de que o material triado pela cooperativa ou operador foi encaminhado para o reciclador final. Desse modo, é que esses agentes ambientais recebem uma remuneração adicional pelo serviço prestado. 

Somente em 2020, os benefícios dos certificados geraram um aumento de 33% de receita para os cooperados e operadores parceiros em todo o Brasil. Esses atores da reciclagem tiveram autonomia para investirem no que é prioritário para cada operação, como por exemplo, na:

  • Remuneração dos catadores;
  • Compra de materiais e equipamentos;
  • Aumento de postos de trabalho;
  • Formalização de documentos.

O papel das empresas em investir na logística reversa e proporcionar um acréscimo de renda para esses agentes também é primordial! 

Saiba mais sobre como esse método da compensação ambiental de embalagens está auxiliando o aumento das taxas de reciclagem.

Assista a série Impacto que transforma e saiba como contribuir com as taxas de reciclagem!

E você, está se perguntando em como fazer sua parte para aumentar as taxas de re ciclagem também?

Onde estiver você poderá fazer a diferença!

Em sua casa, local de trabalho, basta reaproveitar as embalagens e as que não tiverem mais uso, é só descartar corretamente, encaminhando os resíduos para a reciclagem.

Caso não tenha a coleta seletiva em sua cidade, não se preocupe! Há grandes chances de que um Ponto de Entrega Voluntário, ou PEVs, esteja perto de você, basta se informar com a própria prefeitura e em pontos de alta circulação, como mercados, shoppings e outros estabelecimentos.

Enquanto empreendedor e profissional, você pode contribuir estimulando um consumo mais consciente por parte dos consumidores e buscando soluções, como a dos certificados de reciclagem, para garantir a conformidade com a legislação e ainda, colaborar com o aumento das taxas de reciclagem.

Quer fazer parte dessa jornada junto com a gente? Assista ao especial “Impacto que Transforma” aqui e conte com a eureciclo para transformarmos a realidade da cadeia de reciclagem no Brasil e na América Latina.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *