Passo a passo de como fazer compensação ambiental de embalagens

Leia em 5 min

Quer descobrir como fazer a compensação ambiental das embalagens da sua empresa? Clique e descubra como os certificados de reciclagem são uma forma segura e simples de comprovação.

A compensação ambiental é um mecanismo que tem o objetivo de equilibrar os impactos ambientais de uma atividade ou empreendimento.

Neste caso, a empresa destina recursos para mitigar algum dano causado ao ecossistema ou para investir em ações que tenham impacto positivo, passível de ser comprovado e equivalente ao que foi gerado pela empresa.

Para os negócios, a compensação ambiental é um instrumento em conformidade com a legislação e que possui uma vantagem importante: a demonstração de métricas que assegurem que a iniciativa foi realizada.

Em contraposição, quando a empresa não realiza a compensação ambiental e nenhuma ação para mitigar seu impacto, ela estará desequilibrando o ecossistema, pode carecer de transparência que demonstrem suas ações e estará sujeita à penalidades das leis ambientais.

Para o meio ambiente, o benefício de compensar é de que sua empresa estará buscando iniciativas que atuem diretamente na conservação da natureza. Saiba mais sobre a compensação ambiental e como aplicá-la a seguir! 

O que diz a lei sobre compensação ambiental?

Para falarmos de meio ambiente, é fundamental que a sua empresa possa compreender como a legislação atua nesse cenário. O assunto pode ser mais técnico, mas te ajudará a visualizar melhor a importância e diversas possibilidades que envolvem a compensação ambiental.

A compensação ambiental atua como um mecanismo que permite a combinação entre desenvolvimento econômico e proteção ambiental, se aproximando da tríade ESG – que envolve o aspecto ambiental, social e de governança corporativa das empresas.

O instrumento da compensação ambiental, previsto desde a Lei nº 9.985/2000 – que institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza – diz respeito à criação da implantação e manutenção de unidades de conservação, no caso de empreendimentos de significativo impacto ambiental.

Com a compensação ambiental, vários objetivos são cumpridos: a manutenção da  biodiversidade; a recuperação de ecossistemas degradados, favorecimento da educação ambiental, entre outros propósitos.

A partir desse conceito, utilizado para a criação das unidades de conservação, é que surgiu também uma forma simples, segura e positiva de cumprir com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei nº 12.305/2010: a compensação ambiental de embalagens através dos certificados de reciclagem.

O mecanismo amplamente difundido na Europa contribuiu, por exemplo, com a elevação das taxas de reciclagem da Espanha de 4,7% em 1998 para 78,8% em 2018. E aqui na América Latina, foi inaugurado com o projeto do CEO da eureciclo, Thiago Pinto.

A compensação ambiental de embalagens pode ser obtida através da reciclagem de embalagens equivalentes, ou seja, resíduos que correspondam ao mesmo material e ao mesmo peso da embalagem original.

A iniciativa de compensar as embalagens se configura ainda como um método de aplicar a logística reversa, um dos principais instrumentos da Política Nacional de Resíduos, que prevê que produtos e embalagens retornem ao ciclo produtivo na economia.

O retorno ao ciclo produtivo e a reutilização dos produtos se torna ainda mais importante quando consideramos que estamos ultrapassando o limite do uso de recursos naturais. 

Em 2021, por exemplo, o Dia de Sobrecarga da Terra – que marca o momento em que a humanidade consome os recursos do planeta, mais do que a Terra tem capacidade de regenerar – ocorreu no dia 29 de julho.

Isso significa que precisamos repensar nosso próprio relacionamento com a natureza e o planeta, e de forma prática e escalável.

Já imaginou a complexidade de recuperar todas as embalagens comercializadas pela sua empresa? 

A compensação ambiental das embalagens surgiu justamente para simplificar esse processo. Descubra como aplicar esse método agora!

Como fazer a compensação ambiental das embalagens da sua empresa?

Para realizar a compensação ambiental das embalagens da sua empresa, são necessárias apenas algumas informações a serem enviadas

  • a quantidade,
  • o peso,
  • o material (plástico, papel, metal ou vidro) das embalagens comercializadas no ano retrospectivo.

A partir desses dados, a certificadora de reciclagem ou de compensação ambiental, como a eureciclo, analisará qual foi o passivo, ou seja, a totalidade de impacto causado com as embalagens comercializadas. 

Após a conferência dos dados e definição do melhor plano para a empresa, atendendo ao critério da Política Nacional de Resíduos – de compensar ao menos 22% do total de embalagens -, o ciclo começa a ser desenvolvido.

Com o investimento da empresa nos operadores e cooperativas de reciclagem homologados, os agentes da reciclagem ganham escala para venderem a massa e material equivalente às recicladoras ou indústrias de transformação.

Por exemplo, aqui na eureciclo, utilizamos as notas fiscais como forma de lastro, termo que diz respeito à garantia do ativo e proporciona um valor explícito e visível a um custo ou investimento.

Neste caso da eureciclo, os materiais que serão encaminhados à reciclagem são atestados com tripla segurança, devido à tecnologia blockchain, auditoria Ernst & Young e possibilidade de conferência na Receita Federal. Assim, garantimos que a cooperativa ou operador comercializaram a massa de embalagem equivalente e emitimos um certificado de reciclagem. 

O certificado de reciclagem atua então, como a garantia de que houve a compensação ambiental, através do investimento da empresa no desenvolvimento da cadeia de reciclagem. 

Após a emissão do certificado de reciclagem, a certificadora de compensação ambiental reúne os documentos comprobatórios e desenvolve o relatório de impacto socioambiental, que é encaminhado para a empresa contratante.

O relatório também é apresentado para o órgão ambiental, conferindo maior segurança jurídica e adequação à Política Nacional de Resíduos Sólidos e legislações estaduais, que em diversos estados exigem e fiscalizam o cumprimento da logística reversa de embalagens.

Ainda ficou com alguma dúvida? Fale com nossos especialistas e confira o melhor plano para sua empresa investir na compensação ambiental. 

Quais os benefícios da sua empresa aderir à compensação ambiental?

Como dissemos aqui, a compensação ambiental de embalagens não compreende somente a mitigação do impacto ao meio ambiente, mas gera também um benefício social, já que há o investimento direto em cooperativas e operadores de reciclagem.

A reciclagem atua como a destinação ambientalmente adequada de embalagens que não possam mais ser reutilizadas. Para isso, é necessário que os consumidores realizem o descarte correto das embalagens, gerando renda para os atores da cadeia da reciclagem.

Confira a seguir outras vantagens de optar pela compensação ambiental de embalagens:

Benefício #1 Facilidade:

O serviço de compensação ambiental é operacionalizado pela certificadora. Então a sua empresa poderá focar em outras ações estratégicas de sustentabilidade e ESG, estando segura, ao mesmo tempo, que a logística reversa das embalagens estará sendo cumprida.

Benefício #2 Escalabilidade:

Com a reciclagem de um material equivalente, a sua empresa não dependerá exclusivamente do retorno das embalagens aos pontos de entrega voluntária (PEVs) e estará segura de que a compensação ambiental será efetivada. 

Com o investimento na rede de cooperativas e operadores homologados, os próprios preços dos recicláveis são balanceados para favorecer o desenvolvimento do setor.

Benefício #3 Integração: 

Um dos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos é a responsabilidade compartilhada, já que a gestão de resíduos pós-consumo envolve empresas, governo, coletores, cooperativas e operadores e os próprios consumidores. 

Com os certificados de reciclagem, praticamente todos os atores são alcançados neste método, devido ao estímulo dos elos da cadeia produtiva estarem contemplados nas campanhas para uma maior conscientização ambiental. 

O selo eureciclo, por exemplo, é uma forma de comunicar os consumidores, fornecedores, os próprios funcionários da empresa sobre o investimento da marca na cadeia de reciclagem.

Benefício #4 Movimento circular: 

A partir da adesão de diversas empresas à solução dos certificados de reciclagem, o movimento se torna cada vez mais inclusivo e reforça o conceito de economia circular, que prevê o melhor reaproveitamento dos resíduos e o mínimo de desperdícios.

Embora a reciclagem seja o último estágio da cadeia de geração de valor da economia circular, devido ao estímulo de não geração de resíduos, a reciclagem acaba atuando no fechamento do ciclo e permite a transformação dos resíduos em matéria-prima e na remuneração para os atores ambientais.

Benefício #5 Autonomia: 

A compensação ambiental de embalagens oferece um investimento direto aos catadores e coletores das cooperativas e operadores de reciclagem. 

Com essa renda extra, os profissionais ganham também autonomia econômica em relação às suas maiores necessidades, sendo uma infraestrutura adequada, quitamento de dívidas, maior produtividade da central de triagem, entre outras opções que favorecem a estruturação da operação.

E você, já conseguiu visualizar a importância da compensação ambiental para o seu negócio, para o meio ambiente e para a sociedade? 

Saiba mais porquê escolhemos a compensação ambiental e os certificados de reciclagem aqui na eureciclo, clicando neste vídeo!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *