9 exemplos do uso de IoT na Sustentabilidade

Leia em 7 min

Entenda o que é a IoT e como ela pode auxiliar no desenvolvimento e execução de soluções sustentáveis.

Há muitos anos a presença digital das marcas se tornou algo importante. No entanto, em 2020 essa questão ganhou muito mais destaque por conta da pandemia do COVID-19.

Além disso, passamos a identificar ainda mais o quão delicada é a nossa relação social com o meio ambiente. Desta forma, a sustentabilidade tem ganhado importância no último século, principalmente para as empresas, que podem desempenhar um grande papel nesse meio.

No meio desse cenário, a IoT surge como um importante recurso para auxiliar as empresas a adotarem práticas sustentáveis que podem beneficiar todo o negócio.

Ainda assim, muitas empresas tem dúvidas de como aliar o IoT ao desenvolvimento sustentável.

Quer saber mais como essa tecnologia está presente em diversas soluções sustentáveis? Confira abaixo os seguintes tópicos:

  • O que é a IoT?
  • Como a sustentabilidade pode influenciar os negócios?
  • A Internet das Coisas ajudando na manutenção da sustentabilidade
  • Conheça 9 exemplos de IoT em sustentabilidade

O que é a IoT?

A Internet of Things (IoT), traduzida para o português como Internet das Coisas, consiste na conexão entre vários dispositivos e objetos, seja em uma residência, em um ambiente corporativo ou até mesmo nas ruas de uma grande cidade.

Aquelas TVs, que hoje em dia recebem o nome de Smart TV, são exemplos de objetos do nosso dia a dia que já estão conectados com a internet. O mesmo vale para os nossos smartphones.

Sabe a assistente de voz “Siri”, desenvolvida pela Apple? Pois bem, ela é um bom exemplo de IA no cotidiano moderno.

A Siri utiliza a IoT para executar algumas ações determinadas por você. Basta solicitar que ela: agenda compromissos, envia mensagens e até informa sobre as condições do trânsito. Ela conecta diversas informações e dispositivos e oferece à você uma resposta sem que você tenha gastado muita energia para ir atrás daquelas informações ou sem que você gaste tempo para realizar algumas ações virtuais.

O fato é que a Internet das Coisas consegue essa proeza de conectar objetos e dispositivos graças a recursos como a IA (Inteligência Artificial) e o Machine Learning (Aprendizado de Máquina).

Através da Inteligência artificial e do Machine Learning, as máquinas conseguem processar dados para aprender e se tornarem mais inteligentes. Com essa automatização e possibilidade de maximizar a eficiência na utilização de recursos, a IoT passou a ganhar destaque em um dos temas de maior visibilidade das últimas décadas: a sustentabilidade.

Como a Sustentabilidade pode influenciar os negócios?

Atualmente os consumidores estão mais exigentes e sensíveis quanto às questões ambientais.  Segundo pesquisa realizada pela Akatu em 2018, constatou-se que 40% dos consumidores mudam sua intenção de compra para produtos que visam proteger o meio ambiente.

Logo, empresas que não levam em conta a reciclagem, que não avaliam o uso de poluentes e ignoram medidas que fazem bem para a saúde do planeta, provocam olhares de reprovação de um nicho crescente de consumidores e perdem a chance de se posicionar com uma vantagem competitiva.

Hoje em dia, diante da velocidade da informação em vídeos, redes sociais e blogs, fica difícil reparar os danos que uma má reputação pode provocar na marca de uma empresa. Por causa disso, priorizar a sustentabilidade deve ser parte da cultura da organização.

A Internet das Coisas, por exemplo, permite que alguns processos de trabalho em um negócio atendam aos requisitos sustentáveis, causando o mínimo de danos ao meio ambiente de forma otimizada.

As vantagens que um negócio tem ao adotar uma postura sustentável são várias, não importa se o empreendimento é de grande, pequeno ou médio porte.

Destaque entre os concorrentes

Como citamos, as marcas que priorizam uma estratégia baseada em pautas ecológicas são, cada vez mais, bem vistas pelos consumidores. Isso confere para elas uma boa vantagem na hora de disputar a preferência entre os consumidores.

Redução de gastos

Muitas das práticas sustentáveis promovem uma melhor economia na gestão da empresa. Exemplos disso podem ser a utilização de materiais recicláveis no dia a dia de trabalho.

A Internet das Coisas, nesse aspecto tem papel fundamental, pois uma das suas bases é a utilização do recurso da Cloud Computing. Essa tecnologia permite o armazenamento de arquivos na nuvem. 

Isso reduz ou elimina por completo a necessidade de gastos com CDs, pen-drives e impressos.

Atrair novas oportunidades

O olhar sensível diante de pautas ecologicamente corretas atrai o interesse de investidores. Isso abre portas para parcerias, a realização de novos projetos e a consequente expansão no mercado.

Outro ponto interessante é que a preocupação com pautas ambientais também atrai profissionais talentosos que querem fazer parte de um empreendimento que é benéfico para a sociedade.

A IoT ajudando na manutenção da Sustentabilidade 

Você já ouviu falar no conceito de “Cidades Inteligentes”, onde o planejamento urbano é devidamente estruturado e tudo funciona da forma mais otimizada possível, desde a coleta de lixo aos sistemas de saúde?

Falando assim, parece que estamos nos referindo a um paraíso utópico, algo típico de um filme de ficção científica. No entanto, as cidades inteligentes podem sair da possibilidade e se tornarem realidade. Acredite, a Internet das Coisas tem um papel fundamental nisso.

Conheça 9 exemplos de IoT em sustentabilidade

Ao utilizar dados de vários sensores, a Internet das Coisas pode auxiliar organizando o tráfego de trânsito, o gerenciamento de energia, a gestão de resíduos e a iluminação das ruas, por exemplo.

A seguir, confira mais algumas das facilidades que a IoT proporciona para ajudar na sustentabilidade em nosso cotidiano. 

1 – Gerenciamento de energia

Não desperdiçar energia é muito importante. Não só o meio ambiente, mas o bolso também agradece. 

Nesse caso, a Internet das Coisas tem tudo para tornar as redes elétricas mais inteligentes, ou seja, mais eficientes. 

A ideia é que os dados coletados tenham capacidade de ajudar as empresas de serviços públicos a saber, de um modo mais preciso, onde e quando a energia será necessária. 

Diante disso, o fornecimento pode ser conduzido para essas áreas, eliminando assim o desperdício e também proporcionar uma manutenção preventiva do sistema. Em empreendimentos com grandes plantas industriais a falta de um gerenciamento otimizado pode custar altos valores e um grande impacto ambiental.

2 – Benefícios para a Agricultura

O segmento do agronegócio é fundamental para a nossa sociedade. Não há dúvidas disso. A Agricultura abastece setores importantes do negócio e está relacionada diretamente com as pautas sustentáveis.

Nesse cenário, a IoT tem tudo para ser uma aliada aparecendo com dispositivos que serão capazes de mensurar o estado de conservação do solo, incluindo o nível de umidade e nutrientes. Há a possibilidade de medir uso correto de água e fertilizantes. 

3 – Aplicativos eco-friendly

Em meio a tantos aplicativos com os mais variados propósitos, é importante mencionar também aqueles aplicativos que possuem funcionalidades baseadas na Sustentabilidade. 

Eles podem atender aos mais variados objetivos, como, por exemplo, facilitar à empresa o entendimento do consumo de recursos (sejam energéticos de suprimentos) revelando todos os gastos e permitindo um planejamento mais sustentável e otimizado.

4 – Automóveis conectados

A Internet das Coisas também atua no segmento dos veículos. Um exemplo disso é a possibilidade de encontrarmos nos grandes centros urbanos carros cada vez mais inteligentes e menos poluentes.

Por meio de sensores especiais, os carros poderão alertar sobre possíveis problemas em sua estrutura, avisando que é hora de uma visita na oficina para uma revisão. 

Eles também poderão se tornar mais inteligentes, facilitando manobras para estacionar e apontando qual é a distância ideal entre você e o veículo mais à frente. Isso facilita, por exemplo, a controlar a aceleração e evitar o consumo de combustível.

5 – Proteção aos animais

Dispositivos baseados em geolocalização podem rastrear animais que estão ameaçados de extinção, monitoramento o estado de saúde deles. 

Esses sistemas são menos invasivos e, graças a eles, cientistas podem ter informações mais precisas sobre esses animais.

6 – Arquitetura sustentável

A Internet das Coisas poderá ser usada na construção de prédios e casas inteligentes, que contarão com tecnologia de energia solar. O recurso poderá ser controlado por dispositivos conectados à internet.

Dependendo da empresa, a sede dela poderá utilizar essa tecnologia, adotando na prática uma importante pauta sustentável, que é a utilização de energia que não prejudica o meio ambiente.

7 – Sistemas integrados

Por meio do uso da Internet das Coisas os sistemas se conectam de modo que as organizações podem administrar não apenas a distribuição de energia, mas ainda redirecionando-a caso ocorra algum transtorno, como, por exemplo, em apagões.

Isso acaba evitando prejuízos na economia da empresa. A IoT também tem condições de permitir o aumento da eletricidade distribuída com base na oferta e na demanda, especialmente quando são utilizados recursos renováveis, como energia eólica ou solar.

8 – Melhor controle dos resíduos

É impossível falar em sustentabilidade sem trazer à tona o gerenciamento correto dos resíduos. O descarte inadequado de determinados itens pode causar o aumento da poluição e outros danos ecológicos.

A pauta do controle adequado de resíduos é importante no dia a dia das residências, mas também no processo de trabalho das empresas.

Posto isso, organizações devem ter métodos devidamente planejados para descarte e reciclagem de determinados materiais. É aí que a Internet das Coisas pode ajudar bastante.

Um exemplo disso são alguns países na Europa, onde as latas de lixo são conectadas aos serviços de gestão de resíduo por meio da IoT. Nesse caso, há um alerta de que elas estão cheias e o serviço dos coletores é acionado.

A ideia de enviar serviços de coleta apenas quando é necessário ajuda a evitar o desperdício de combustível e contribui para o melhor fluxo do trânsito.

9 – Consumo correto de água

A Internet das Coisas pode auxiliar na utilização inteligente da água. Um exemplo disso pode ser o monitoramento dos eventos meteorológicos da região e o gerenciamento da drenagem para diminuir a possibilidade de inundações.

A IoT também poderá ser usada otimizar o escoamento de águas pluviais, reduzindo danos nas propriedades. Isso poderá ser obtido por meio de sensores de IoT devidamente instalados junto às estruturas de gerenciamento de água e sistemas de encanamento. 

Diante disso será possível alertar os proprietários sobre vazamentos e desligar o fornecimento de água para impedir inundações.

A Sustentabilidade está deixando de ser apenas um conceito e se tornando uma estratégia

É nesse contexto que a Internet das Coisas pode contribuir com a sua empresa. Além de ter uma presença digital, com um site e um registro de domínio, é necessário também pensar nas questões ambientais e em como a tecnologia pode auxiliar a colocar em prática. 

A conexão entre objetos e serviços veio para auxiliar o gerenciamento do nosso dia a dia, seja em nossos lares ou na administração dos nossos negócios.

Portanto, a sustentabilidade, aliada aos recursos da IoT, é um dos meios que temos para usar a tecnologia, garantindo a nossa sobrevivência e também das futuras gerações. 

Ainda tem dúvidas como a sua marca pode se beneficiar da sustentabilidade? Descubra abaixo!

Artigo desenvolvido em parceria com o Alan Medeiros da Prable.Org

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *