4 materiais que poucos sabem descartar corretamente

Descartar adequadamente certos materiais gera um grande impacto positivo no meio ambiente e não é tão difícil quanto parece… Veja alguns resíduos que você provavelmente não sabia como descartar.

Abaixo, separamos algumas dicas para descartar adequadamente materiais diferenciados. Assim, você pode começar a mudança no seu dia a dia!

Os esmaltes de unha

Como descartar esmalte

Dentre os produtos de beleza, os esmaltes são um dos mais baratos e com maior rotatividade, devido às modas e tendências. Muitas pessoas se desfazem facilmente deles, mas o que elas ainda não sabem é como isso afeta agressivamente o meio ambiente.

Ao descartar os vidros ainda com esmalte dentro, você oferece um risco de contaminação direta do solo. Isto acontece devido aos inúmeros produtos químicos utilizados desde a fixação da cor à textura de verniz do esmalte.

Para o descarte correto, é recomendado colocar um pouco de removedor no vidro para dissolver o esmalte. Então, deve-se derramar o conteúdo sobre uma folha de papel e esperar secar por alguns minutos. Desta forma, as substâncias químicas evaporam e você pode separar o recipiente de vidro da tampa plástica, deixando-o pronto para a reciclagem! Lembre-se que o papel sujo de esmalte deve ser descartado junto com o lixo comum.

 

Os remédios

Como descartar remédios

As consequências de se jogar remédios vencidos no lixo ou vaso sanitário são gravíssimas para o meio ambiente. As substâncias químicas presentes podem contaminar o solo, a água e a atmosfera quando vão para o aterro sanitário ou rede de esgoto comum.

No Brasil, ainda não há uma política pública que ofereça uma logística reversa adequada.  A maneira correta de descartar os medicamentos, neste contexto, é levá-los a algumas redes de farmácia e supermercados que recolhem este tipo de resíduo e os incineram depois.

 

O isopor

Como descartar isopor

O isopor que permanece nos aterros possui as mesmas características do isopor que protege a sua geladeira ou armazena um lanche: ele age como um isolante. Por isso, descartar este material de forma inadequada fará com que a área do aterro mantenha calor e temperatura, evitando a decomposição do lixo.

Apesar de muitos acharem que o isopor não é reciclável, isto é um mito. O isopor é um tipo de plástico e totalmente reciclável, embora o custo de reciclagem seja relativamente alto poucas cooperativas conseguem fazê-lo. Ao consumir produtos com embalagem de isopor, opte por empresas que possuam um projeto de compensação ou logística reversa.

Para descartar corretamente, deve-se jogar os resíduos junto com o lixo plástico ou levá-los a algum ponto de coleta.

 

O óleo de fritura

Como descartar óleo de fritura

Depois de cozinhar frituras, não jogue o óleo na pia, pois ele irá corroer o cano com o passar do tempo. A decomposição do óleo emite gás metano, ou seja, um processo tão ruim quanto a poluição advinda dos carros.

Você pode guardar o óleo da fritura em uma garrafa PET, e, quando estiver cheia, levar a redes de supermercado, cooperativas de reciclagem ou outros postos que recolham o líquido. Desta forma, além de descartar corretamente, você também contribui para a reciclagem!

 

Separe seu lixo!

 

Além dos materiais citados anteriormente, é muito importante que os demais resíduos recicláveis sejam separados corretamente. Para tanto, recomenda-se lavar e secar todas as embalagens antes de descartar. Evite amassar papéis, isso facilita o trabalho dos cooperados na hora da reciclagem. Por fim, não esqueça de verificar em seu prédio ou bairro os dias ou pontos de coleta seletiva.

E agora, já sabe como descartar para reciclar? 😉

Consumir produtos de marcas que investem na reciclagem pode ser um bom começo! Conheça algumas aqui!

#ReciclagemSemEscândalo