Descubra como a gestão da inovação pode ser implementada e qual a importância dela para a sua empresa

A gestão da inovação se tornou uma área que pode fazer toda a diferença no destaque que você almeja dentro do mercado. Para saber o que ela é e como pode ser aplicada, confira o conteúdo que preparamos.

Com as constantes mudanças tecnológicas influenciando a dinâmica do mercado, tornou-se imprescindível inovar para conseguir se manter relevante.

Surge então, a gestão da inovação para suprir a necessidade de estruturar a inovação sistêmica em uma empresa.

Afinal, apesar da inovação envolver a criatividade para a geração de ideias disruptivas, e apesar da criatividade envolver um fluxo caótico, é essencial que o processo de acompanhamento da inovação seja ordenado.

Por esse motivo as empresas vêm apostando em formas de organizar espaços e processos que propiciem a inovação.

Por que a gestão da inovação se tornou importante?

Historicamente falando, desde a década de 70, a tecnologia tem evoluído de forma exponencial. Dos mecanismos utilizados na agricultura às redes sociais, tudo foi se adequando para um novo cenário.

De repente, negócios que começaram na garagem de casa tiveram um boom no crescimento graças à duas principais qualidades: inovação e fazer acontecer!

Tal crescimento foi suficiente para colocar alguns empreendimentos a frente, inclusive, de grandes marcas tradicionais.

Por que a gestão da inovação é essencial para o crescimento do negócio?

As grandes marcas tradicionais perderam espaço para as mais jovens e inovadoras porque o mercado é dinâmico assim como os consumidores.

O infeliz desfecho da história da Kodak exemplifica bem esse cenário. Muitos conhecem os filmes e câmeras Kodak que dominaram o mercado até 2003, ano em que foram superados pelas vendas de máquinas digitais.

Durante toda a sua trajetória a Kodak inovou e MUITO, inclusive tendo criado a câmera digital que a faria falir em 2012.

Parte dessa queda se deve ao fato dos diretores da Kodak terem se prendido ao modelo de sucesso em que tinham o controle do mercado de máquinas fotográficas, filmes e revelação.

E a outra parte da queda se deu quando, mesmo tendo lançado a câmera digital, já com a expiração da patente, foram superados por outras marcas que fizeram melhor integração do dispositivo com a internet.

A história nos conta que empresas que contam com a essência da inovação, não só em seus processos, mas também em seus produtos, conseguem competir dentro da dinâmica do mercado por mais tempo.

Como estruturar a gestão da inovação

Visto que nos dias atuais inovar é requisito básico para se destacar, o primeiro passo para não perder as chances de inovar é criar um espaço interno na sua empresa para que a inovação seja gerida de forma ordenada.

Veja algumas dicas para esse processo:

Tenha um bom líder

A gestão deve contar com um líder profissional que consiga tangibilizar os aspectos subjetivos da inovação. Afinal, nem só de ideias uma empresa sobrevive. É necessário que os esforços sejam direcionados de forma eficientes, e para guiar uma equipe nesse sentido, nada melhor que um gestor de inovação.

Coloque a inovação como prioridade

Um gestor da inovação mais do que liderar, entende a importância de inovar e a coloca como prioridade.

Para que ocorra de forma estrutural a inovação é inserida tanto na cultura interna da empresa como nas metas e análises métricas que terão o objetivo de tangibilizar.

Mantenha uma cultura de inovação

A cultura de inovação é o que fará toda a diferença para que as ideias possam ser expostas e testadas. Cabe à gestão da inovação criar um espaço para que as ideias possam ser captadas, respeitadas e trabalhadas de forma eficaz.

E que não se engane: manter a cultura de inovação em uma empresa requer investimento de tempo e dinheiro. Isso porque são necessários treinamentos e estruturações internas e externas.

Atualmente, existem empresas e pessoas especializadas em promoverem a capacitação de equipes para desenvolvimento da inovação de maneira prática.

Inovação não existem sem uma dose de autonomia

Para que haja a inovação é necessário o espaço não só para sugestão, mas também para as ideias serem colocadas em práticas e isso não existe sem uma dose de autonomia.

Nesse sentido, tentar estabelecer uma relação de confiança no trabalho desenvolvido pelos colaboradores de uma equipe faz toda a diferença.

Aprenda a lidar com riscos e incertezas

Dentro da gestão da inovação é comum entrarmos em contato com dois tipos de processos: a inovação incremental e a inovação radical.

O primeiro, inovação incremental, diz respeito as pequenas melhorias que são feitas em um produto ou processo, de forma fluída, sem tanto contraste com as versões anteriores. Esse processo permite que os testes sejam realizados sem muitos riscos.

Já o segundo processo, inovação radical, está relacionado as mudanças radicais de um processo e produto, e por este motivo lida com muitas incertezas e consequentemente mais riscos para o investimento como um todo.

Não é necessário optar por um ou outro processo, a ideia é que haja um equilíbrio entre ambos que respeite tanto o seu produto como o momento do mercado.

Realize parcerias

Uma boa forma de estabelecer processos disruptivos e implementar a gestão da inovação no seu empreendimento é realizar parcerias para projetos e afins.

A troca de conhecimento e metodologias utilizadas podem gerar insights preciosos para a sua equipe.

Reconheça quem inova

Manter o aspecto motivacional é essencial para guiar uma equipe, já que com os incentivos corretos um colaborador gera muito mais valor para a empresa em que trabalha.

E isso não é diferente quando se trata de inovação: inovar é lidar com o risco e além de garantir um espaço seguro de inovação onde não haja punições, é primordial que as inovações que deram certo sejam reconhecidas.

Inovar é colocar em prática

Não se esqueça: a gestão da inovação é necessária para que seja possível colocar em prática ideias boas e inovadoras no timing perfeito, e caso não seja o timing perfeito, aprenda com os erros.

O futuro nos espera

Inovar é também adiantar um pouco do que o futuro nos reserva e agora que você já sabe maneiras de implementar a gestão da inovação na sua empresa, não esqueça de colocá-las em prática.

Quer saber uma inovação que tem feito toda a diferença no desempenho das empresas? A sustentabilidade. Contamos tudo no conteúdo abaixo.

Sustentabilidade como vantagem competitiva: inovação para sua empresa