Sustentabilidade que impacta: Babuxca

Entrevistamos a sócia e responsável pelo marketing na Babuxca e ela nos contou os principais desafios e vantagens de implementar um negócio baseado na sustentabilidade através de produtos naturais e de qualidade.

Quer entender um pouco desse mercado? Confira com a gente!

A Babuxca é uma empresa de bebidas artesanais que preza por ingredientes naturais e de qualidade. Surgiu em 2015 e quem conta a história é a Carol Mentlik.

Ela traz sua experiência dentro da Babuxca para mostrar como a sustentabilidade impacta um empreendimento e faz toda a diferença nos dias atuais.

Quem é a Carol na Babuxca?

[Carol] Sou sócia responsável pelo Marketing da Babuxca, cuido da rede social, comunicação com o cliente, e-commerce, eventos.

E nesse trabalho a gente gosta muito desse olhar para a sustentabilidade. A sustentabilidade é uma das bases de todas as ações que eu e o Marcelo Ajzen (sócio) realizamos no dia a dia.

Então tentamos mostrar isso nas redes sociais. Mostrar o consumo consciente, incentivar que as pessoas consumam apenas o que necessitam.

Faz parte do meu trabalho ter um olhar para a busca de soluções mais sustentáveis como alternativa para o que a gente faz hoje, que normalmente são práticas de mercado pré-estabelecidas.

O que é a Babuxca?

[Carol] A babuxca é uma startup de bebidas alcoólicas com uma proposta 100% natural. Falo startup porque apesar de não termos um produto escalável e por definição não nos encaixarmos no conceito de startup, acreditamos muito na mentalidade de uma startup.

Gostamos de nos colocar como uma empresa inovadora que procura soluções mais dinâmicas, mais rápidas.

Temos dois diferenciais aqui na Babuxca. O primeiro é que temos um produto 100% natural, então não utilizamos nenhum tipo de conservante, corante ou aromatizante. E o segundo é a sustentabilidade, de trazer um produto natural para o mercado, com menos impacto para os clientes e normalmente eles reconhecem isso.

Por que a preocupação com a sustentabilidade no negócio de vocês?

[Carol] Acredito que vem muito das pessoas aqui da Babuxca, de mim, do Marcelo e do Daniel Chinzon (sócio). Veio muito da nossa criação de se preocupar e pensar no meio ambiente.

Depois, quando vimos na fábrica aquela quantidade de garrafas saindo, percebemos que é muito lixo, muita embalagem. A sustentabilidade é a base hoje. É muito irresponsável começar a fazer um produto e não se preocupar como é que ele vai ser reciclado.

E não tem como falar de produtos naturais, como é o nosso caso, sem pensar no meio ambiente no qual estamos inseridos. É uma visão global. E nossos clientes pensam muito nisso também, tem esse alinhamento com o consumidor.

O que o selo eureciclo representa nesse impacto?

[Carol] A gente usa muito o selo como um exemplo para os consumidores, ele é uma das nossas grandes pautas que a gente mostra para as pessoas, faz parte do nosso case e temos orgulho de fazer parte.

Qual a maior dificuldade quando se trata de trazer algo sustentável para o mercado?

[Carol] A maior dificuldade atualmente, que é uma coisa que gostaríamos muito de fazer, é colocar em prática as garrafas retornáveis. Ainda não conseguimos tirar muito isso do papel.

Outra dificuldade é o preço, quando falamos de produtos sustentáveis e de qualidade, a dificuldade é sempre o preço. Porque o diferencial de ser natural e de ser sustentável as pessoas percebem facilmente. Então acho que o preço fica como um impeditivo. É difícil trazer esse tipo de produto para um mercado menor, por exemplo.

E qual a maior vantagem para vocês quando se trata de trazer algo sustentável para o mercado?

[Carol] É uma super vantagem ter um produto natural de qualidade com viés sustentável. É um mega diferencial competitivo. Isso por si só já é super bacana.

A gente tenta muito pregar isso além do produto, e realmente trazer isso para empresa através de práticas diárias de sustentabilidade.

É muito importante ter uma visão maior quanto à sustentabilidade na sua empresa.

Se você pudesse dar um conselho para quem está começando agora, qual seria?

[Carol] Consiga comunicar bem os atributos que você traz. Existem ótimos fornecedores hoje que conseguem auxiliar com soluções boas e não necessariamente caras para produtos naturais. Ao bancar isso, você irá sentir o diferencial do produto.

De uma forma geral, qual o plano de vocês para o futuro?

[Carol] Trazer sabores do Brasil, sem querer dar muitos spoilers. E sempre estamos de olho em embalagens mais legais, que poluam menos. Sabemos que o vidro, por exemplo, mesmo que polua menos, ainda não é tão reciclado no Brasil. E queremos exportar também, levar para outros lugares.

Nesse futuro, vocês pensam em continuar se desenvolvendo de forma sustentável?

[Carol] Para a gente esse é um olhar importante e essencial. O objetivo é aumentar as vendas e não abrir mão dos ingredientes naturais, dos pequenos e médios fornecedores. Aumentar a escala sem diminuir a qualidade do produto.

***

Esse foi o nosso papo com a Babuxca. Traremos muitas outras experiências que possam agregar para quem quer fazer do mercado algo sustentável e sem complicação.

Acreditamos que é possível ajudar o planeta de forma simples. Se você quer saber como, veja o artigo sobre a Logistica Reversa, uma ferramenta incrível para o seu negócio.

Logística reversa não precisa ser tão difícil