Por que a eureciclo viu a necessidade de criar mais selos?

Leia em 5 min

160 mil toneladas de resíduos reciclados, R$ 8 milhões em remuneração para os operadores de coleta e triagem e os novos selos da eureciclo. Eu vou te contar como chegamos até aqui!

Quando eu fiz meu MBA na Northwestern Kellogg School of Management, tive o desejo de criar algo que gerasse impacto positivo no Brasil, na intenção de “dar de volta” tudo aquilo que recebi. 

Sabendo que apenas 3% do que é descartado é reciclado e que catadores e cooperativas são agentes muito importantes, mas quase excluídos economicamente, eu e a Luciana Oliveira, minha antiga sócia, criamos a New Hope Ecotech lá em 2015.

Nossa missão era clara: aumentar as taxas de reciclagem no Brasil e valorizar os trabalhadores envolvidos nesse processo. Inspirados pelas leis europeias de Responsabilidade Estendida ao Produtor, a primeira tecnologia que lançamos foi uma plataforma de rastreamento da cadeia de reciclagem para que empresas soubessem para onde os resíduos pós-consumo estavam indo. 

Chegamos um pouquinho cedo no mercado brasileiro: o consumidor já se tornava mais consciente, mas a Política Nacional dos Resíduos Sólidos ainda não era fiscalizada, então, não havia tanto incentivo para que empresas adotassem nosso produto. Como levar a sustentabilidade para esses negócios?  

A solução foi criar o selo eureciclo. Ele é um atributo de comunicação que facilita a percepção do consumidor quanto ao comprometimento ambiental da marca.

Um selo. Muito impacto.

Para uma empresa ter o selo eureciclo nas embalagens que distribui, nós garantimos que um volume proporcional do mesmo tipo de resíduo gerado por ela seja reciclado. Esse processo só é possível porque contamos com as cooperativas de catadores e as centrais de triagem. Se você ainda não está familiarizado com esse mercado, aqui vai um rápido overview:

  • Apesar de 98,8% da população brasileira ter a coleta de lixo, a coleta seletiva ocorre em 22% a 26% das cidades, de acordo com o SINIR;
  • Boa parte da coleta seletiva acontece pelo trabalho dos catadores, que hoje são 600 mil em todo o Brasil, segundo o IPEA. Mas estes dados não são consistentes porque…

95% dos catadores trabalha informalmente, como aponta o MNCR, o que os deixa vulneráveis em termos de renda e torna difícil contabilizar o quanto é reciclado graças ao trabalho deles;

  • O Anuário da Reciclagem da Ancat estima que foram comercializados R$ 32 milhões em materiais pelos catadores no país em 2018, dado que mostra como esse setor tem a contribuir para a economia e para o meio ambiente.

Desde o surgimento do selo, foram gerados R$ 8 milhões em remuneração para estes atores da cadeia de reciclagem – cooperativas de catadores e centrais de coleta e triagem- , impactando cerca de 17 mil vidas. É esse tipo de ação que as empresas parceiras que utilizam o selo eureciclo promovem.

No alt text provided for this image

Um documentário que recomendo para entender sobre o trabalho de catadores é o Lixo Extraordinário, do Vick Muniz.

Tendo o Certificado de Reciclagem como instrumento – documento legal já exigido em alguns estados para comprovar a logística reversa das embalagens – asseguramos não só que cooperativas tenham mais renda, como também impulsionamos o aumento da reciclagem no Brasil. É assim que a eureciclo cria um mercado positivo.

A meta definida pela Política Nacional dos Resíduos Sólidos é atingir uma taxa de reciclagem de 22%. Como por aqui a gente sonha grande, temos como benchmarking o mercado europeu, que por meio de mecanismos similares ao selo eureciclo chegou em 70% de taxa de reciclagem em alguns países, como é o caso da Espanha.

Mas por que o selo eureciclo é um sorriso?

O primeiro ponto é que o selo deveria ser de fácil identificação pelo consumidor. Normalmente, símbolos que representam a reciclabilidade da embalagem e o engajamento da marca não são sempre claros, como é o caso do número dentro de um triângulo que indica o tipo do plástico.

Uma pesquisa de 2016 da Recycling Today demonstrou que 67% das pessoas assumem que uma embalagem não é reciclável se ela não tem nenhum símbolo. Mais um detalhe relevante desse mesmo estudo é que 57% das pessoas procura esta informação da reciclabilidade na própria embalagem e não em outras fontes.

Partindo desse ponto, nossa inspiração para criar o nosso selo foi o Rainforest Alliance que certifica empresas que não desmatam e cuidam da preservação das florestas. O símbolo dessa certificadora é um sapinho e eles criaram bastante engajamento com os consumidores na campanha Follow the Frog.

No vídeo da campanha em questão, eles lembram o quanto é desafiador tomar atitudes como se mudar para uma floresta tropical e impedir os madeireiros de desmatarem. Enquanto encontrar o selo do sapinho nas embalagens e comprar de empresas que contribuem com a preservação ambiental é bem mais simples.

Daí veio a ideia do “procure pelo sorriso”. É mais fácil para quem consome encontrar o selo eureciclo em uma embalagem do que fazer sua própria coleta seletiva, levar a um local de triagem e reciclar o resíduo.

No ano em que começamos, tínhamos 5 empresas como clientes. Hoje, são mais de 2.700 marcas certificadas pela eureciclo, carregando o nosso sorriso, e 65 entidades de classe parceiras. 

Além do impacto ambiental, estas empresas parceiras facilitam a escolha do consumidor. Selos e afirmações em uma embalagem são os itens que mais influenciam na decisão de compra, segundo o relatório Can I recycle this? do Programa Ambiental das Nações Unidas que mapeou selos de 22 línguas diferentes.

Mas te falei que a gente sonha grande, né? Pensando em colaborar ainda mais para esse impacto positivo social e ambiental, decidimos criar novos selos.

Os novos selos eureciclo e por que eles vieram para ampliar o impacto

Estamos mais conscientes sobre a responsabilidade ambiental e social que temos. O consumidor pesquisa mais e exige mais das marcas das quais escolhe comprar.

Esse “novo consumidor” é um millennial e, talvez, você que lê este artigo seja parte dessa geração ou atende um público inserido nela. Tem aí entre seus 24 e 39 anos, está sempre conectado, é ambicioso, tem valores de igualdade, qualidade e estilo de vida e de sustentabilidade fortes.

O mercado precisa ficar de olho nessa turma porque em 2021 eles representarão a maioria da força de trabalho no Brasil de acordo com um estudo do Itaú BBA. Em uma década, serão 70% dos trabalhadores. Então, são eles que vão movimentar a economia nos próximos anos.

É compreendendo essa demanda que tantas empresas têm mergulhado na criação de produtos que representam os valores e necessidades dos millennials, tal como as marcas com responsabilidade ambiental.

Dentro desse contexto dos negócios e do público, os novos selos eureciclo nasceram para gerar valor para várias frentes:

  • informar o consumidor sobre o que ele compra e qual é o impacto ambiental que aquela empresa gera;
  • valorizar as empresas que fazem a logística reversa das embalagens para além da meta legalmente exigida, ou seja, garantem a compensação de 100% ou 200% do volume de embalagens;
  • seguir aumentando as taxas de reciclagem no país, desenvolvendo esse setor ao mesmo tempo em que valorizamos os atores envolvidos na cadeia de reciclagem.

Os atributos que os novos selos trazem para as embalagens

Os dois novos selos criados trazem mais transparência sobre a compensação ambiental realizada, são confiáveis (uma vez que tudo é validado pelo Certificado de Reciclagem), e geram clareza, sendo estas diretrizes sugeridas pelo Programa de Informação ao Consumidor das Nações Unidas.

O nosso selo original continua sendo o selo padrão que indica o investimento das empresas na cadeia de reciclagem. A intenção com os selos novos foi realmente valorizar as empresas mais engajadas, sem jamais desconsiderar aquelas que optam pela logística reversa de um volume menor.

Nossos novos símbolos para as embalagens também promovem maior conexão com o consumidor por serem mais informativos, atendendo essa demanda do público que está a cada dia mais consciente e interessado. 

Tudo foi planejado para ampliar o engajamento dos consumidores e das marcas e incentivá-los a fazer sua parte pelo bem do planeta e das futuras gerações.

É muito gratificante enxergar a proporção que a eureciclo está tomando! 

Queremos criar mais desse impacto e é por isso que nós do time eureciclo nos mantemos conectados a nossa missão: há ainda muito trabalho a ser feito.

Se você trabalha em um empresa que gera ou distribui embalagens, quer deixar um legado para a sociedade e para o meio ambiente e compreende as necessidades do atual consumidor, junte-se a nós!

A economia, as empresas, o público, os agentes na reciclagem e o meio ambiente saem ganhando quando um negócio escolhe utilizar o selo eureciclo.

Artigo escrito pelo Thiago Pinto, CEO da eureciclo. Originalmente publicado no Linkedin.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *