Descubra como o impacto ambiental das embalagens pode afetar seu negócio

Impacto ambiental das embalagens: como isso afeta meu negócio?

Veja como a quantidade de embalagens lançada por sua empresa pode impactar não apenas o planeta mas também o seu negócio.

Quando entramos no mundo da sustentabilidade, um dos maiores desafios é quantificar o impacto que nosso negócio exerce sobre o meio que vivemos. Depois da conscientização sobre nossas responsabilidades ambientais, a quantificação desse impacto é o segundo ponto mais importante para  aplicarmos uma estratégia inovadora e sustentável que faça a diferença.

E bem, existem diversos tipos de impactos. Hoje falaremos de um específico: o da massa de embalagens, que nada mais é que o peso das embalagens dos produtos que são comercializados.

Qual a importância do impacto ambiental das embalagens para o meu negócio?

Acontece que cada garrafinha de bebida ou pacote de snack produzido acaba indo, invariavelmente, para os consumidores. Deste momento em diante temos dois cenários: o de um consumidor que leva a garrafinha e o pacote para o lixo comum e o consumidor que separa para a coleta seletiva.

No final das contas, achamos que a responsabilidade sobre a massa de embalagens que são destinadas a aterro/lixões está toda no consumidor, não é mesmo? É aí que entra a responsabilidade compartilhada da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) quebrando mais um paradigma.

A responsabilidade é minha?

Dentro desta Legislação Ambiental, no Artigo 30 da Lei 12.305, que define a Política Nacional de Resíduos Sólidos, temos a instituição da responsabilidade compartilhada pelo ciclo dos produtos. Isso significa que cada fabricante, distribuidor, comerciante, consumidor e quaisquer outros atores na distribuição e consumo de produtos são corresponsáveis pela mitigação do impacto ambiental das embalagens.

Foi nesse contexto que a PNRS definiu metas de reciclagem para que seja realizada a Logística Reversa (mitigação do impacto ambiental através da reciclagem de embalagens). Uma delas é a da reciclagem e compensação ambiental de pelo menos 22% das embalagens colocadas no mercado.

Nas áreas de atuação envolvendo o meio ambiente, a PNRS pode ser muito conhecida, mas, fora dela, o contato com suas diretrizes é bem reduzido. Para se atualizar e entender o que está ocorrendo dentro das Legislações Ambientais que impactam seu negócio, sugerimos a leitura desse artigo sobre como cumprir a legislação ambiental no Brasil e deste com 4 passos para adotar a sustentabilidade corporativa na sua empresa.

Impacto ambiental das embalagens: como isso afeta meu negócio?

Agora vamos ao que importa… O cálculo da massa de embalagens

Em relação ao impacto ambiental das embalagens, para termos pelo menos alguma noção do que causamos, o primeiro passo é calcular a massa de embalagens vendidas pela empresa no ano anterior.

E sim, sabemos que seu tempo é curto e que isso não é uma tarefa fácil. Muitas vezes o processo envolve conversas com vários setores da empresa. Por esse motivo, buscando torná-lo eficiente e poupar seu tempo, vamos explicar o processo e os principais métodos para a quantificação. Confira abaixo:

Quantidade de embalagens x peso médio das embalagens = massa de embalagens

A equação acima resume exatamente nosso principal objetivo.

Primeiro passo: conseguir a quantidade de embalagens

Para o cálculo da massa de embalagens, o primeiro passo é obter a quantidade média de embalagens. Não precisa ser um número exato, afinal tem sempre uma ou outra embalagem que volta para a fábrica ou que acaba sendo perdida.

Caso sua empresa não tenha registrado de antemão a descrição das quantidades de embalagens dos produtos vendidos, podemos recorrer a um artifício: a análise dos relatórios de vendas/faturamento.

Exemplo: Andréia trabalha como Coordenadora Marketing em uma empresa de Bebidas. Ela quer mitigar o impacto das embalagens da sua empresa, porque além de se importar com o meio ambiente, sabe que pode utilizar a mitigação para impactar positivamente a imagem dos clientes sobre a empresa através de uma estratégia de marketing.

Sabendo da necessidade de levantar o número de embalagens, ela pede ao departamento de Vendas o número de produtos vendidos no ano de 2017 (ano retrospectivo). Com isso em mãos, ela consegue elaborar a seguinte análise:

Produto

Tipo de material

Quantidade vendida

Suco 300ml Vidro 52000
Suco 500ml Vidro 22800
Refrigerante 1 L Plástico 50000
Refrigerante 2 L Plástico 15320

Consciente dos tipos de produto e suas quantidades, podemos seguir os próximos passos.

Segundo passo: conseguir o peso médio das embalagens

Continuando o exemplo, Andréia agora precisa descrever o peso médio de cada embalagem. Para tanto bastou pesar a embalagem de cada produto.

Produto Tipo de material Quantidade vendidas Peso de cada embalagem
Suco 300ml Vidro 52000 20g
Suco 500ml Vidro 22800 30g
Refrigerante 1 L Plástico 50000 40g
Refrigerante 2 L Plástico 15320 55g

Isso pode ser complicado para algumas marcas que possuem vários produtos e tipos de embalagens.

Andréia percebeu que na sua empresa conseguia nos relatórios de descrição de produtos o peso total do produto e o peso líquido do produto. Desta forma, caso não tivesse uma balança ou ainda não quisesse pesar todos os produtos se fossem muitos, ela poderia seguir a equação abaixo.

(Peso total do produto – Peso líquido) x quantidade de embalagens = massa de embalagens

Para alguns, a análise de relatórios de vendas/faturamento ou de produtos, pode ser muito enfadonha e levar muito tempo. Uma alternativa é buscar na sua empresa as Notas Fiscais referentes à compra de embalagens do ano retrospectivo. Com isso em mãos se consegue a descrição direta de quantidade de embalagens, peso médio e etc.

Terceiro passo

Tendo a quantidade e peso médio, podemos obter a massa de embalagens multiplicando ambos. Para facilitar a quantificação pode-se passar para toneladas, como está abaixo.

Produto Tipo de material Quantidade de produtos vendidos Peso médio de cada embalagem Massa de embalagem em toneladas
Suco 300ml Vidro 52000 20g 1,04t
Suco 500ml Vidro 22800 30g 0,684t
Refrigerante 1 L Plástico 50000 40g 2t
Refrigerante 2 L Plástico 15320 55g 0,264t
Total 3,988t

Concluindo a análise, Andréia percebeu que, em sua empresa, a massa de embalagens que pode impactar o meio ambiente no ano de 2017 foi de 3,988 toneladas, sendo que 1,72t são referentes à massa de embalagens de vidro e 2,26t de plástico.

É muito importante ter em mente que o tipo de material influencia no processo de mitigação do impacto. Alguns materiais são mais difíceis de serem reciclados.

Impacto ambiental das embalagens: como isso afeta meu negócio?

E na sua empresa? Qual será o volume a ser mitigado em 2018? 

Acessando o site da eureciclo você pode encontrar nossa calculadora de massa de embalagens e fazer todo esse processo de forma automatizada. Basta clicar em nossos preços e depois calcular massa (na descrição do plano peso pesado). Sem se prender ao perfeccionismo nos dados, o importante é saber a média desse volume, mesmo sendo apenas uma estimativa.

Achou complicado calcular a massa de embalagens de um ano todo? Sabendo os dados referentes a apenas um mês, é bem simples fazer uma projeção para o ano, basta fazer a proporção pelo crescimento da empresa ao longo do ano e terá a massa de embalagens calculada.

Estratégia para o futuro da sua empresa

São várias as formas de ajudar a salvar o planeta e de quebra tornar sua empresa um pouco mais consciente. Entender o impacto que a massa de embalagens causa no planeta/sociedade e como somos responsáveis por isso, é o primeiro passo de uma jornada sustentável.

O próximo é a busca e aplicação de soluções de Logística Reversa para embalagens, como forma de mitigar esse impacto através do fomento e da reciclagem de embalagens.

No final, são pequenas atitudes como essas que definem o ponta pé inicial para implementação de políticas e estratégias que se adequem às tendências de mercado cada vez mais sustentáveis.

Torne-se agora uma empresa mais sustentável com o selo eureciclo