20 dicas para o seu negócio sobreviver à crise do COVID-19

Descubra ações que a sua empresa pode adotar para superar o cenário de crise por conta do COVID-19. Separamos 20 dicas essenciais para você!

A pandemia do coronavírus é algo que está afetando todos nós, tanto em nossa vida pessoal como no trabalho.

Na América Latina, as autoridades fazem um apelo para fortalecer o consumo e a produção nacional e incentivar alianças entre os países da região enquanto essas medidas contam com apoio fiscal dos governos.

Mas e as pequenas empresas?

As pequenas empresas são particularmente vulneráveis, pois geralmente não têm reservas que possam ajudá-las a superar tempos difíceis.

No entanto, existem práticas que podem ajudar a melhorar o gerenciamento de seus negócios.

Leia abaixo 20 dicas essenciais para fortalecer sua empresa e enfrentar esta crise da melhor maneira possível.

Como você pode combater esta crise no seu negócio?

1. Aceite a crise e tome medidas

Lembre-se : negar a situação não resolverá o problema. É melhor reservar um momento para visualizar seus negócios e começar a preparar seu plano de ação com as dicas que trouxemos aqui!

2. Descubra a ajuda existente no seu país

Muitos países têm planos de apoio para os mais afetados pelo COVID-19 e para ajudar a resolver a recessão econômica.

Entre as medidas implementadas pelo governo do Brasil está o auxílio emergencial de R$ 600 (ou R$ 1,2 mil, no caso de mulheres chefes de família).

Você pode ler mais sobre o Auxílio Emergencial aqui.

Deseja saber mais?

Você também pode descobrir algumas medidas implementadas pelos bancos aqui.

3. Reinvente-se, trabalhe remotamente e use plataformas online

Ainda existem oportunidades e o distanciamento social também pode ser uma oportunidade para humanizar e conectar-se. Existem aplicativos como Slack, Google Hangouts ou Zoom, que se você os usar a seu favor. Eles permitirão trabalhar remotamente com seus funcionários, gerar clientes e até criar uma aliança. Deseja aproveitar os benefícios da tecnologia a seu favor?

Um estudo recente mostra que estratégias virtuais podem gerar até 40% mais vendas .

4. Fortaleça sua plataforma de comércio eletrônico

É hora de fortalecer sua plataforma da web e aumentar seu alcance. Outra alternativa é usar plataformas como Rappi ou Uber Eats – se você não tiver uma plataforma online para vender seus produtos.

Já há evidências em outros países que mostram que as vendas pela Internet estão aumentando devido ao Covid-19.

Aproveite para estabelecer estratégias como descontos por meio de suas redes sociais e outras que mencionamos no item abaixo.

5. Defina incentivos

Descontos, promoções para unidades de vendas por atacado e outras medidas que ajudam a gerar fluxo de caixa podem ser práticas úteis. Você também pode oferecer entregas em domicílio gratuitas sempre que possível – tomando as precauções sanitárias necessárias.

6. Concentre-se em seus pontos fortes:

É essencial que sua empresa trabalhe com eficiência, por isso preste atenção especial em todos os projetos e produtos que geram renda HOJE. Eles manterão seus negócios funcionando.

Concentre-se no que você ganha mais e seja à prova de crises em seus negócios: pense nas atividades que exigem menos esforço e trazem alto impacto. Por exemplo, você pode se concentrar no princípio de pareto, ou seja, em produtos que precisam de 20% de seu esforço e geram 80% de lucro.

7. Corte despesas:

Corte as despesas superficiais que não agregam valor à sua empresa ou que podem ser adiadas para mais tarde. Cancele contas de plataformas, lojas e serviços que você não usa. Menos é mais.

8. Seja transparente

Se existe um momento em que deve ser, é agora. Comunique-se de forma transparente e empática com seus clientes e funcionários. Estamos vivendo tempos de mudança, faça-os sentir que estão juntos nisso!

9. É hora de fortalecer e apoiar as pequenas empresas

Reavalie seus fornecedores e suprimentos e pergunte a si mesmo se você pode substituí-los por produtos, serviços ou fornecedores locais. Isso apóia a economia local, além de mitigar o impacto do aumento do dólar – e sua pegada no planeta.

10. Planeje o fluxo de caixa.

O fluxo de caixa pode não ser o esperado nos próximos dias. Procure alternativas para garantir que você tenha fundos na caixa hoje, se você não tiver reservas financeiras feitas anteriormente, procure aumentar seu crédito o máximo possível, para uso emergencial. Para que isso ocorra, ligue para a empresa do cartão de crédito e peça um aumento no seu limite.

Também é um bom momento para aumentar suas reservas financeiras, extraindo parte da receita de vendas e deixando-as como reserva provisória para casos de emergência. Essa seria a primeira reserva a ser utilizada e, portanto, te ajudaria a adiar o uso do cartão de crédito.

11. Crie redes de suporte

Construa redes de suporte com outras marcas. O ideal é buscar alianças que beneficiem ambas as partes, podem ser empresas do mesmo ramo ou não. Faça uma postagem no seu instagram ou LinkedIn para comunicar sua ideia!

Você também pode fazer parceria com empresas que aumentaram as vendas após a pandemia.

12. Existem itens que podem sofrer mais que outros

Existem empresas e setores que podem ser mais afetados após a pandemia, como o setor de turismo, varejo, estabelecimentos comerciais, locais de entretenimento, como bares, cinemas e restaurantes, estabelecimentos esportivos, entre outros.

Também existem empresas que aumentaram suas vendas após a pandemia. Por exemplo, empresas de entretenimento doméstico, desinfetantes para as mãos, serviços de entrega, empresas de limpeza, empresas farmacêuticas, entre outros.

Que tal procurar se conectar com eles?

Como exemplo, você pode ver como as pesquisas cresceram ou diminuíram após o Covid-19:

Fonte: Neil Patel

13. Seja flexível, estabeleça um plano de contingência

Crie um plano de curto, médio e longo prazo com diferentes cenários, contemplando alguns meses extras após o término da pandemia: sempre preparado, nunca despreparado;)

14. Aproveite o tempo em casa para revisar e gerenciar seu inventário

Foto: Emma Matthews

Agora que você tem um novo plano de ação, é hora de ajustar seu inventário. Tire algum tempo para meditar com calma sobre o que realmente precisará nos próximos meses e o que não precisará.

15. Lealdade aos seus antigos clientes e procure criar novos.

Conecte-se com seus clientes existentes e, a partir deles, incentive a recomendação da sua marca.

16. Flexibilidade nos pagamentos

Seja flexível em todas as áreas, e especialmente com seus clientes, melhor que eles paguem amanhã do que nunca mais.

17. Humanize sua marca

Você vende um serviço online ? Aproveite esse momento para mostrar quem são as pessoas por trás da marca.

18. Ajude a sua comunidade

Pense em como você pode ajudá-los através de sua marca. Um exemplo disso é o BAM, que, diante das contingências, desenvolveu um novo produto, um gel de álcool.

19. Comunique seus clientes as ações que você está tomando para mantê-los seguros

Novamente, é importante garantir a transparência para tranquilizar seus clientes. Especialmente em uma crise de saúde,

20. Faça um brainstorm com seus colaboradores e crie conteúdo com consciência

Faça um brainstorming com os membros da sua equipe sobre as oportunidades existentes para sua empresa e comunique o que realmente for atender sua comunidade neste momento incerto.

Para ajudá-lo na transição, estamos desenvolvendo diversos conteúdos sobre como trabalhar remotamente de forma eficaz.

Fique ligado nas nossas redes sociais. Novas informações todos os dias!

Artigo escrito pela equipe todosreciclamos (eureciclo no Chile)