O futuro das embalagens já chegou! (1/6)

Embalagens do futuro: pele de laranja

Já imaginou uma embalagem se descascando como uma laranja? Ou uma sacola de plástico feita a partir dos próprios elementos do oceano? E se as embalagens do futuro já tivessem chegado e não houvesse mais lixo? 

Nessa primeira série de posts do Blog eureciclo, vamos contar para você umas das iniciativas mais inovadoras que estão desbravando o universo das embalagens no mundo! Inspiradas na natureza, comestíveis ou lúdicas, as embalagens do futuro já chegaram!

A CRISE DAS EMBALAGENS

Os brasileiros geram 78,6 milhões de toneladas de resíduos sólidos (Abrelpe, 2014), ou seja, 387 quilos de resíduos por ano por habitante. Esse número é quase o mesmo de um cidadão em um país desenvolvido como a França ou a Inglaterra.

As embalagens pós-consumo ocupam a maior parte da lixeira do brasileiro, o que significa uma preocupação para a sociedade. 30% poderia ser reaproveitado, mas, infelizmente, apenas 3% do lixo gerado no Brasil é reciclado. Mesmo com muitos esforços sendo feitos nos últimos anos e com as melhorias nos sistemas para sua valorização, precisamos pensar em como gerar menos embalagens.

O CONTINENTE DE PLÁSTICO

O super-consumo de embalagens de plástico leva a ter um 7° continente no Oceano Pacífico além das numerosas ilhas de lixo nos diferentes oceanos. Nada atraente para dar um pulo no mar ou passear de barco. Está prejudicando um ecossistema inteiro de espécies como nunca antes visto. Segundo as previsões, teria mais plástico nos oceanos do que peixes em 2050.

O nosso modo de vida de consumo alto precisa ser repensado, mas também o design da embalagem que, além de cumprir as suas funções, precisa ter o menor impacto possível ao longo da vida.

ECONOMIA CIRCULAR

Assim nasce o conceito de economia circular, um tipo de catalisador de inovações em embalagens valorizando de fato cada produto e os recursos utilizados para a sua produção. A princípio, a economia circular visa a aumentar a eficiência na criação de produtos e reaproveitar os resíduos sólidos. No Brasil, a Fundação Ellen McCarthur descreve a economia circular como um ciclo de desenvolvimento positivo contínuo que preserva e aprimora o capital natural, otimiza a produção de recursos e minimiza riscos sistêmicos, administrando estoques finitos e fluxos renováveis. Ela funciona de forma eficaz em qualquer escala.

CONHEÇA A SOLUÇÃO EURECICLO PARA SUA EMPRESA

AS SOLUÇÕES JÁ EXISTEM

Hoje em dia, várias empresas estão investindo em pesquisas e na criação de novos tipos de embalagens, mais respeitosas com o meio ambiente, recicláveis e inspiradas na natureza!

Vamos descobrir algumas delas nessa série das Embalagens do Futuro. Para encontrar essas embalagens inovadoras, vamos viajar pelos continentes europeu, americano e asiático! Preparem-se para uma viagem através das algas, da biomimética, das embalagens comestíveis ou biodegradáveis!

➡Leia agora a primeira solução selecionada por nós!